Ainda que você não seja um grande observador, terá que concordar comigo quanto ao fato de que nossas vidas são formadas por ciclos. Vamos considerar como ciclos aqueles períodos em que você se dedica e se empenha em um ou mais objetivos, a fim de alcançar o sucesso mínimo que lhe dê condições de prosseguir para um novo nível rumo à conquista de algo melhor ou maior.

Qualquer semelhança com jogos de vídeo game em que você sempre precisa passar de fase, não será uma mera coincidência. Afinal, tanto nos períodos da vida como nas fases dos jogos, você precisa acumular “poderes” para então suplantar obstáculos e desafios para conseguir algum triunfo e então prosseguir.

Pois bem, na vida empresarial não é diferente. Se na vida acumulamos objetivos em cada fase vislumbrando alcançar sonhos mantidos muitas vezes somente no inconsciente, nas empresas não podemos escondê-los. É preciso declarar a todos os colaboradores quais são os sonhos da empresa e quais as “fases” a serem vencidas. Da mesma forma, quais os “poderes” precisaremos acumular para então enfrentar a fase, ou melhor, o período seguinte.

Se quisermos sinalizar ou nomear estes períodos com qualquer outro nome, não haverá qualquer problema. No entanto, sugiro nomeá-los como sendo “ciclos estratégicos”. Isso porque uma vez determinado o caminho a seguir, teremos que sinalizar os pontos cruciais deste caminho no qual deveremos estar a cada período. Exatamente por isso utilizamos o termo: “estratégicos”.

Com este procedimento nos asseguraremos de estar trilhando o caminho certo. Determinar ciclos estratégicos para a sua empresa significa assegurar de que as coisas estarão funcionando em cada área e/ou setor na forma como o previsto.

Como não desviar do caminho traçado

Da mesma forma que em nossas vidas, as empresas também enfrentam imprevistos. Para amenizá-los é preciso planejar. E planejando será possível enfrentar um número menor de imprevistos. E se estabelecemos a medição por períodos, tenha a certeza de que tanto na vida como nas empresas, será ainda melhor poder antecipar situações para perseguir o que está previsto.

Não tenha dúvida de que esta segunda parte é menos onerosa e muito melhor. No entanto, há necessidade de se pagar o preço de se antecipar e medir. Medir por ciclos, por período ou por fases não importa. O que importa é termos em nossas vidas e em nossas empresas SONHOS para serem perseguidos. Escreva-os e defina de forma bem estratégica quais serão os seus ciclos. Siga adiante e realize.

Sucesso para você na sua vida e na sua empresa. E fique a vontade para compartilhar aqui suas dificuldades e desafios em relação à execução do que abordamos aqui.

Roney Fares

Roney Fares

Administrador de Empresas com MBA Executivo em marketing, possui ampla experiência na área de Gestão em vários portes de empresas e em diversos segmentos. Sócio diretor nas empresas Exitum Empresarial e Affluence Treinamento Gerencial.